Para aqueles que querem empreender, montando o seu próprio negócio, muitas vezes o melhor caminho, dependendo das características do empreendedor e dos recursos que ele possui para o investimento, é abrir uma franquia.

As franquias, sendo modelos de negócio já consolidados no mercado, dão todo o suporte ao franqueado, que não terá que criar o seu próprio modelo de negócio e já terá todos os padrões e procedimentos prontos para começar a atuar.

Por isso elas têm grande procura. E abrir uma franquia pode ser realmente o melhor caminho para montar um negócio e ganhar dinheiro, em alguns casos.

Separamos para você algumas informações a respeito do que fazer para abrir uma franquia e também para você identificar se esse é o melhor caminho para entrar no mundo dos negócios.

Receba nosso conteúdo exclusivo

Se cadastre

O que é uma franquia?

Uma franquia, para explicar de uma forma mais clara a princípio, é como uma filial de uma loja já conhecida, mas cujo controle e lucro fica por conta do franqueado, ou seja, de quem adquire a franquia. É como uma licença para abrir um negócio com aquela marca, os mesmos produtos e serviços, a mesma forma de trabalhar.

O franqueado não apenas adquire a autorização ou licença para montar a sua loja ou negócio. Ele também recebe todo o conhecimento e práticas do negócio por parte da franqueadora. Ou seja, quem adquire uma franquia não precisa criar absolutamente nada. Ele já receberá todos os passos e procedimentos pertinentes ao negócio.

Vamos dar um exemplo:

O McDonald’s é uma das maiores franquias do mundo.

Você já viu uma lanchonete dessa rede que possua um sanduíche diferente das outras, ou que embale os sanduíches de forma diversa, ou ainda que tenha um visual que a diferencie de outras lanchonetes do McDonald’s?

Isso não existe porque todos os franqueados copiam o mesmo modelo de negócio e são até mesmo impedidos em contrato de sair daquele padrão. Isso acontece tanto para proteger a marca e a reputação da empresa, como também para proteger o patrimônio do franqueado, utilizando técnicas e padrões com sucesso comprovado.

Como abrir uma franquia?

Existem 6 coisas que são as mais importantes para você avaliar, antes de decidir abrir uma franquia.

Tipo de franquia
Deve ser um tipo de negócio com o qual você se identifique ou esteja familiarizado.

Taxa de franquia
É o custo inicial para ser um franqueado e varia de acordo com cada franquia.

Custo de manutenção
Aluguel e contas do espaço, salários, entre outros. O custo mensal para manter o negócio.

Royalties
Porcentagem do faturamento que é devido à franqueadora todo mês, e varia com a franquia.

Outras taxas
Algumas franquias cobram taxas adicionais, como por exemplo, de publicidade na TV.

Detalhes do contrato
Detalhes específicos de cada franquia que devem ser analisados com cuidado.

Após escolher a franquia, o candidato entra também em um processo de seleção das franqueadoras, que precisam saber se esse candidato terá condições de manter o negócio.

Entre os pontos avaliados pelas franqueadoras estão:

  • Análise de cadastro, referências e perfil do candidato
  • Entrevista pessoal e apresentação detalhada do negócio
  • Aprovação ou reprovação da solicitação
  • Assinatura do contrato de franquia

Como escolher a sua franquia

Em primeiro lugar, você deve ter condições de pagar a taxa de franquia e ter ainda pelo menos o mesmo montante em caixa para lidar com as despesas até que o negócio se consolide.

A decisão a respeito de qual franquia você deve abrir, não deve ser apenas pela marca mais conhecida ou que você pensa que trará um maior lucro. Algumas franquias já conhecidas podem ter um grande faturamento bruto, mas taxas de manutenção não tão atrativas.

Por outro lado, existem hoje no mercado franquias menores, mais baratas e não tão conhecidas, mas que possuem inúmeros atrativos para o franqueado, como menores taxas e custos de manutenção e um lucro final muitas vezes mais atrativo do que nas grandes franquias.

Outro ponto fundamental é a respeito do tipo de negócio. Nada adianta tentar abrir uma franquia de um negócio sobre o qual você não tem conhecimento nenhum ou até mesmo nenhum interesse. Assim como todo tipo de negócio, você só vai conseguir prosperar e ganhar dinheiro com ele se for um apaixonado por aqui que você faz.

Você precisa também, antes mesmo de assinar o seu contrato, pesquisar e avaliar muito bem o mercado, seus concorrentes, outros franqueados daquela mesma marca e até mesmo já ter um ponto comercial disponível para a abertura do negócio, que possa atrair clientes para a sua franquia.

Devo abrir uma franquia?

Essa é uma pergunta que só você mesmo pode responder. Apesar das vantagens do modelo de negócio consolidado e já bem definido, abrir uma franquia, mesmo de uma pequena marca, possui custos elevados que outros tipos de negócio, principalmente pela internet, não possuem.

Analise se o seu perfil de empreendedor não seria mais adequado à abertura de um tipo de negócio que precise de um menor investimento e tenha riscos ainda menores do que a franquia.

Não tome nenhum tipo de decisão precipitada!

A fase de planejamento e pesquisa antes da criação propriamente dita de um negócio, mesmo de uma franquia, deve levar o tempo necessário para que todas as opções e riscos sejam cuidadosamente avaliados.

Abrir uma franquia pode ser um negócio lucrativo e estável para toda a sua vida, mas para isso, você deve ter total consciência dos passos que dará e dos rumos que a sua vida deverá tomar.

Conte sempre com a gente. Qualquer dúvida é só postar seu comentário abaixo.

Comentários