Alcançar a segurança financeira é o desejo da maior parte da população. Apesar disso, muita gente ainda não sabe como atingi-la. E a falta da educação financeira é uma das principais causas desse desconhecimento.

Felizmente, saiba que é possível conquistar a segurança financeira que você sempre sonhou de maneira bastante simples. O primeiro passo é saber mais do assunto e conhecer algumas dicas que podem lhe ajudar nessa jornada.

Quer saber como dar o primeiro passo? Então confira 5 dicas para cuidar melhor do seu dinheiro e trabalhar para alcançar a sua estabilidade financeira!

O que é segurança financeira?

Ter segurança financeira significar manter uma reserva de dinheiro suficiente para garantir uma tranquilidade duradoura no seu orçamento pessoal ou familiar. Inclusive em momentos de dificuldade.

Ela pode ser alcançada por meio de um bom planejamento financeiro, controle de despesas, e outros hábitos saudáveis – que ajudam a manter seu dinheiro sob controle no dia a dia.

Ao realizar um bom orçamento, por exemplo, é possível controlar de forma eficiente as entradas e as despesas da família. E fazer com que sobre dinheiro no final de cada mês para acumular e investir.

Alcançar a segurança financeira é plenamente possível, mas pode não ser tão simples. Afinal, é necessário ter disciplina e tornar o controle financeiro uma rotina na sua vida. Muitas vezes, também é preciso estar aberto a realizar mudanças em relação aos seus hábitos de consumo.

Por que a segurança financeira é importante?

Ter tranquilidade financeira traz diversos benefícios. Entre eles, podemos citar a segurança de estar coberto em caso de imprevistos e manter a tranquilidade mental para resolver quaisquer situações. E essas vantagens também impactam diretamente toda a família.

O motivo é simples: quem está inseguro financeiramente costuma estar fragilizado. O medo e a incapacidade constante de lidar com diversas situações futuras, adversas ou não, também se torna comum.

Além disso, é a segurança em relação ao dinheiro que lhe dará maior liberdade para investi-lo e transformá-lo em sonhos realizados.

A segurança financeira, portanto, lhe permitirá:

  • pagar todas as despesas em dia e evitar perdas de dinheiro com multas por atraso;
  • estar coberto em caso de imprevistos financeiros;
  • transformar seus sonhos em realidade;
  • ter uma boa qualidade de vida na terceira idade e uma boa aposentadoria;
  • manter seu padrão de vida ao longo do tempo.

5 dicas para alcançar a segurança financeira

Agora que você entendeu o que é segurança financeira e sua importância, esse é o momento de descobrir como alcançá-la.

Confira a seguir 5 dicas para se aproximar desse objetivo e conquistar uma maior tranquilidade em relação às suas finanças e à sua vida!

1.Tenha um planejamento financeiro eficiente

O planejamento financeiro é essencial para ajudar você a ter um melhor controle de seu dinheiro e da forma como o utiliza. Você pode fazê-lo manualmente em uma planilha ou utilizar programas e aplicativos de celular.

Para montá-lo, você deve analisar seu estilo de vida e verificar como seu dinheiro é gasto. Depois de um ou dois meses observando sua rotina, poderá realizar o planejamento.

Nesse momento, é essencial anotar todas as entradas, despesas, e definir um valor para as contas que variam. Realize também cortes de despesas, diminua o que é possível ou substitua por uma solução mais acessível.

Estipule um valor para viver com o necessário, mas lembre-se de adicionar ao seu planejamento uma quantia para ser poupada mensalmente.

Ele deve ser feito todo mês. Se conseguir ser fiel ao planejado, poderá ter noção do quanto será poupado em um ano.

2. Mapeie suas fontes de renda

Além de ter um bom planejamento financeiro, é importante ter noção de todas as suas fontes de renda. Se você tem apenas uma, é interessante buscar meios de fazer renda extra para aumentar sua poupança.

3. Mude de hábitos

Essa talvez seja a parte mais difícil, mas é extremamente necessária. Quem quer mudar sua realidade e fazer o dinheiro sobrar deve modificar seus hábitos de consumo.

Ou seja, não basta apenas gastar menos do que ganha. É essencial promover ajustes no dia a dia familiar para que a sobra de recursos seja constante.

Mudar de hábitos envolve, por exemplo, cortar vícios (cigarro e bebida, por exemplo), trocar programas pagos por gratuitos, evitar comprar parcelado, entre diversas outras possibilidades.

Sendo assim, verifique os costumes de sua família e realize mudanças. E não esqueça dos ajustes necessários no orçamento, para que ele seja compatível com esse novo estilo de vida.

4. Construa sua reserva de emergência

A reserva de emergência é uma quantia financeira reservada para casos adversos, como perda de emprego, doença, acidente, entre outras. Ela é essencial para que você e sua família possam se manter tranquilos financeiramente em qualquer situação.

Depois de promover mudanças de hábitos, mapear as fontes de renda, procurar outros meios de aumentar suas receitas e realizar um planejamento eficiente, você terá poupado uma boa quantia depois de um certo tempo.

Sendo assim, dê prioridade para montar sua reserva de emergência. Esse deve ser o primeiro objetivo de qualquer família. E é o primeiro passo para conquistar sua segurança financeira.

Essa reserva deve conter pelo menos seis meses do custo de vida de sua família. E se for utilizá-la, não esqueça de compô-la novamente.

5. Aprenda a investir

A reserva de emergência é o primeiro investimento com o qual você deve se preocupar. Mas, além dela, é essencial aprender a investir seu dinheiro para outros objetivos.

Então, depois da reserva emergencial, comece a separar uma quantia para investir mensalmente no mercado financeiro – visando alcançar outros objetivos.

Para isso, busque estudar e aprenda sobre as alternativas de investimento. Além disso, é essencial conhecer seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros para escolher as alternativas mais adequadas para você.

Dessa forma, você fará seu dinheiro render, poderá construir patrimônio e vê-lo crescer. E principalmente, conseguirá realizar suas metas de curto, médio e longo prazo.

E já que você aprendeu a importância da segurança financeira, que tal descobrir quais são os melhores investimentos para seu perfil? Entre em contato conosco e tire suas dúvidas!