balança, um saco de dinheiro de um lado e uma casa do outro: comprar ou alugar

Em determinada fase da vida, é muito provável que um adulto jovem pondere a ideia de ter um imóvel, uma casa ou um apartamento para viver e construir experiências de vida.

Entretanto, para que isso aconteça é fundamental considerar o mercado em torno desse contexto e avaliar qual é a melhor opção para você: alugar ou comprar um imóvel?

Pensando nisso, neste artigo separamos alguns pontos de consideração em relação a esse assunto. Para que dessa forma você possa escolher a melhor opção no momento atual da sua vida. Será ainda o aluguel ou finalmente chegou a hora de comprar a sua casa própria?

O que é importante considerar quando se pensa em alugar ou comprar um imóvel?

Quando se pensa em alugar ou comprar um imóvel, antes de tudo é importante considerar fatores relevantes à sua realidade de vida atual. Entre eles, se você tem planejamentos em relação à investimentos, se você tem condições de assumir um compromisso financeiro de adquirir um imóvel e outros fatores.

Assim, após essas considerações, do ponto de vista financeiro, é fundamental ponderar qual é o objetivo de adquirir um imóvel. Você vai comprá-lo para investir ou apenas para morar? Respondendo à essa pergunta, aí sim você pode considerar as opções entre alugar ou comprar.

Abaixo destacamos alguns pontos relevantes na hora de escolher entre o arrendamento ou a compra de uma casa ou de um apartamento.

Análise de mercado imobiliário

Ao considerar um investimento em um imóvel, é essencial fazer uma análise do mercado que você está pensando em investir.

Esse fator pode ser decisório na hora de escolher entre alugar ou comprar. Isso depende do cenário que você encontre, você pode verificar se vale a pena ou não um investimento em um imóvel ou se a opção de arrendamento é mais favorável nesse momento.

Pensar no mercado imobiliário e se esse mercado está com muita oferta e demanda, se têm poucos investimentos sendo realizados nesse setor e se de fato vale a pena aventurar-se neste cenário.

Colocar tudo na ponta do lápis

Esse tipo de decisão entre alugar ou comprar um imóvel, deve ser meticulosamente pensada. Portanto, na hora de considerar os fatores importantes, como os fatores financeiros, coloque tudo no papel. Faça contas e tabelas comparativas em relação às suas possibilidades e realidade.

Como exemplo, podemos pensar que ao falar em aluguel como algo que você vai jogar dinheiro fora – uma fala muito comum quando se pensa nessas possibilidade – por pagar um valor mensal por anos e no final não obter nada, você precisa fazer alguns comparativos. Isto é, se você pensa: “eu poderia investir em um imóvel e pagar uma parcela que cabe no meu orçamento mensal ao invés de pagar um aluguel mensal um pouco mais barato” você também deve considerar a relação entre o valor do imóvel e o valor de compra dele.

Além disso, outros fatores envolvendo taxas de juros, impostos (entre eles, o imposto municipal), tempo de financiamento no caso de compra e tudo mais envolvendo o aspecto financeiro deste investimento.

Considere os fatores para além do financeiro

Cada realidade é única, portanto, além do fator envolvendo o aspecto financeiro, você precisa considerar alguns pontos da esfera pessoal. Como suas aspirações, seus desejos e planejamentos futuros. Além disso, se existe uma outra pessoa nesse contexto, com a qual você vai dividir esse compromisso, como um cônjuge, então saber o que essa outra pessoa pensa dessas duas possibilidades é um fator importante. Assim como também levar em conta o que é essencial no momento atual de suas vidas.

Lembre-se de que essa é uma decisão muito importante e deve ser tomada com cautela e planejamento.

Agora que você já sabe alguns dos fatores importantes para as possibilidades de aluguel ou compra de um imóvel, você deve ponderar suas opções. Isto é, colocar tudo na balança e escolher a que mais se adequa ao seu perfil e ao contexto atual.

Lembre-se dos fatores financeiros, pessoais e de mercado, faça uma planilha para se organizar e escolher a melhor opção entre alugar ou comprar.

E se você gostou deste artigo e quer conferir mais conteúdos como este, basta acessar nossa plataforma e ficar de olho no nosso blog. Temos vários materiais interessantes relacionados ao mundo das finanças.

E se você ficou com alguma dúvida, deixe um comentário aí embaixo para elaborarmos mais questionamentos sobre esse tema. Até a próxima!

Comentários