fundamentos
fundamentos

O que é analise fundamentalista?

Primeiramente, a análise de fundamentos é o estudo da situação financeira de uma empresa e de suas perspectivas futuras. Ou seja, é muito importante avaliar as diferentes alternativas de investimento buscando conhecer profundamente um ativo antes de tomar uma decisão de comprar ou vende-lo.

Por isso, antes de comprar, é importante sempre analisar os demonstrativos financeiros da empresa e buscar traçar um cenário sobre qual a companhia opera e fornece, principalmente, elementos para decidir onde investir, tendo como foco o médio/longo prazo.

Pilares da análise fundamentalista

A análise fundamentalista se sustenta em três pilares de análises:

  1. Em síntese, a Análise macroeconômica é: como as mudanças em determinados agregados macroeconômicos, tais como PIB, inflação, taxa de câmbio, juros, nível de renda, etc., influenciam nas decisões de investimento.
  2. Resumidamente, a Análise setorial é: como o crescimento econômico, que normalmente não é uniforme, mostra quais setores podem se beneficiar mais ou menos. Ou seja, incentivos governamentais, regulamentações, mudanças de paradigma setoriais, etc.
  3. Por fim, a Análise da empresa propriamente dita, ocorre por meio dos seus dados financeiros e demonstrações contábeis.

Critérios de Análise de fundamentos

Alguns dos critérios mais utilizados para analisar os fundamentos de uma empresa são:

  • Histórico da empresa
  • Origem das receitas e custos
  • Perspectivas de resultados
  • Possibilidade de turnover
  • Governança corporativa
  • Riscos associados ao negócio e setor
  • Relação risco X retorno
  • Avaliações Relativas
  • Eventos setoriais

 

Como montar uma carteira

Ao escolher as ações para montar uma carteira, além dos itens citados acima, procure fazer uma análise fundamentalista dos seguintes critérios:

  • Qualitativos: histórico de evolução das empresas, questões como governança corporativa, perspectivas para o setor de atuação, entre outros;
  • Quantitativos: margens operacionais, rentabilidade sobre o patrimônio, nível de endividamento.
  • Relativos:  análise comparativa da empresa relativamente a seus players setoriais, seu desempenho em bolsa e seus múltiplos.
  • Valuation atrativo

Finalmente, diante destas informações, você, investidor, conseguirá avaliar uma empresa e montar uma carteira de ações com sucesso.