organização financeira

A organização financeira é a base para que qualquer pessoa consiga alcançar seus objetivos e ter uma vida sem se privar do que importa para si. No entanto, isso pode ser um grande desafio.

Infelizmente, grande parte da população não aprende a organizar as finanças pessoais e fazer um planejamento financeiro desde criança, salvo raras exceções. Por isso, é comum que muitas pessoas tenham dificuldade em lidar com o dinheiro no cotidiano.

Apesar disso, saiba que nunca é tarde para aprender a cuidar de maneira inteligente das suas finanças. Se você deseja manter a organização no seu dia a dia e ter uma vida financeira mais estável, esse artigo é para você.

Continue a leitura do texto e confira 7 dicas para conseguir alcançar esse objetivo!

Por que é importante manter a organização financeira?

Todo ser humano tem objetivos e desejos, certo? São esses sonhos que devem conduzir a vida, as vontades e a maneira como nos relacionamos com o dinheiro.

O problema é quando temos sonhos e necessidades, mas não agimos para realizá-los. Na prática, isso acontece com muitos – especialmente por descontrole financeiro. E adotar tal postura causa apenas frustrações e arrependimentos.

Ninguém deve deixar de viver o presente, mas é primordial planejar o futuro para ter uma vida tranquila. É preciso definir metas de curto, médio e longo prazo e estabelecer estratégias para conseguir realizá-las.

A organização financeira tem como principal papel ajudar qualquer pessoa a alcançar, de maneira mais fácil, simples e rápida, aquilo que se deseja. Afinal, quem se organiza, estabelece metas e prioridades consegue ter uma vida muito mais saudável e com menos apuros financeiros.

Organizar suas finanças mensais e manter um planejamento financeiro eficiente, portanto, são passos fundamentais para viver bem.  Mas, como colocar essas tarefas em prática?

7 dicas para manter a organização financeira

Descubra a seguir como manter a organização das finanças no seu dia a dia e manter seu dinheiro sempre bem cuidado a partir de 7 dicas fundamentais. Vamos lá?

1.Utilize a tecnologia a seu favor

Anotar os gastos diariamente é fundamental para organizar as finanças, mas pode ser cansativo. Felizmente, é possível contar com diversos aplicativos para organizar suas despesas pessoais.

Muitos apps permitem sincronizar as entradas e saídas de dinheiro das suas contas e as compras realizadas em seus cartões. Dessa maneira, você poderá avaliar como seu dinheiro é utilizado e identificar seus hábitos de consumo.

2. Faça um orçamento

Os aplicativos lhe permitirão acompanhar como você consome. Ao utilizá-los frequentemente, você poderá analisar os gastos, verificar pontos de melhorias em relação ao modo como você gasta o seu dinheiro e, por fim, fazer um orçamento.

O orçamento mensal permite que você defina seus gastos mensais e planeje como – e quanto – do seu dinheiro será consumido. Assim, ficará mais fácil separar um valor para alcançar metas financeiras.

Esse planejamento pode ser feito em uma planilha no seu computador, por meio de uma tabela ou até mesmo via aplicativo. Nela, anote as despesas essenciais, estabeleça um valor para os gastos variáveis e uma quantia a ser poupada.

Se faltar dinheiro para tudo, procure por cortes ou substituições que podem ser realizados.

3.  Estabeleça metas

Todos nós precisamos de um incentivo para guardar dinheiro, não é mesmo? Para lhe ajudar a ter foco, liste os seus sonhos e metas de curto, médio e longo prazo – e dê datas para realizá-las.

Assim, você terá disposição para continuar focando no seu objetivo. E, a cada meta realizada, você terá ainda mais motivações para continuar trabalhando em prol do uso inteligente do seu dinheiro.

4. Evite gastos desnecessários

Evitar fazer compras por impulso é um exercício diário que todos devemos fazer. Afinal, muitas compras são frutos do nosso emocional. Desejamos algo e, sem necessidade, optamos por gastar dinheiro em algo do qual não necessitamos.

Agindo dessa forma, no entanto, você prejudica seu planejamento financeiro e consequentemente, sua vida financeira como um todo. Para evitar consumir sem necessidade, você pode adotar diversas técnicas.

Sair de casa sem o cartão de crédito e apenas com uma quantia limitada de dinheiro, ir ao mercado comprar apenas o que está na lista de compras, evitar shoppings ou mesmo eliminar e-mails promocionais da sua caixa de entrada podem ser hábitos eficientes.

Conforme o tempo, você controlará melhor os gastos e saberá estabelecer prioridades para sua vida. E conseguirá lidar melhor com os impulsos.

5. Saiba lidar com suas dívidas

Se você está endividado, a primeira atitude que deve tomar para manter a organização financeira no seu dia a dia é eliminar essas obrigações. Lembre-se que as dívidas consomem boa parte do orçamento mensal. E é preciso resolvê-las para ter uma vida financeira saudável.

Portanto, organize-se e verifique as possibilidades de quitar suas dívidas agora mesmo. Pagar o valor devido à vista costuma ser sempre a melhor opção. Mas, se precisar, renegocie-as.

Com as dívidas quitadas, o próximo passo é não criar mais dívidas. E, claro, saber alocar melhor o seu dinheiro.

6. Escolha bons investimentos

Com as finanças organizadas e um valor separado todos os meses para os seus objetivos, é preciso saber aportar o que foi economizado. Muitas pessoas buscam na poupança uma forma de fazer o dinheiro render, mas existem inúmeras oportunidades mais interessantes.

Procure por bons investimentos para fazer seu dinheiro render de maneira inteligente. E lembre-se de escolher modalidades alinhadas ao seu perfil de investidor e aos seus objetivos.

Tenha, portanto, investimentos para o curto prazo – principalmente para reserva de emergência, que lhe trará segurança em caso de imprevistos, de médio prazo e de longo prazo – especialmente para aposentadoria e sonhos mais distantes.

7. Estude

Aprender sobre investimentos e finanças pessoais não é fácil, mas é perfeitamente possível. Então, para continuar mantendo a organização financeira no seu dia a dia, siga estudando sobre o tema – descobrindo cada vez mais alternativas de manter seu dinheiro sob controle e bem investido.

O aprendizado, no entanto, precisa ser constante. Por isso, continue sempre aprimorando seus conhecimentos, mantenha bons hábitos financeiros e não deixe o dinheiro ser um problema na sua rotina!

E agora, está preparado para manter uma boa organização financeira? Aproveite para aprender mais sobre finanças pessoais e confira dicas essenciais para economizar dinheiro!