como juntar dinheiro

Um dos maiores desafios de quem recebe um salário baixo é conseguir juntar dinheiro. Porém, em um país onde 27,3 milhões de pessoas ganham um salário-mínimo, é preciso buscar alternativas para viver com mais estabilidade.
E será que isso é possível? De acordo com especialistas em finanças, sim, é possível, desde que você esteja disposto a fazer um planejamento, a mudar hábitos de consumo e rever o seu estilo de vida.
Em tempos de crise econômica, não dá mais para fechar os olhos sobre o quanto a educação financeira é fundamental para construir um futuro mais digno e melhorar a relação com o dinheiro.
Se você está cansado de ficar sem dinheiro, confira a seguir como é possível poupar mesmo ganhando pouco.
E aproveita para compartilhar este artigo com aquele seu amigo que também precisa de dinheiro!

Antes de tudo, por que é importante juntar dinheiro?

A relação que a grande maioria das pessoas tem com o dinheiro é movido por questões emocionais. Ansiedade, medo, tristeza, alegria… Compramos de forma desmedida para suprir determinados anseios e carências.
Quando você se dá conta que o ato de comprar precede uma emoção, se torna mais fácil adquirir alguns hábitos mais conscientes e que podem, sem dúvida, diminuir o gasto desnecessário de dinheiro.
Ao mudar a sua relação com o dinheiro, você passa a entender com mais clareza o porquê é importante poupar. Não é deixar de viver e de fazer as coisas que gosta, mas sim usar o salário com mais inteligência, juntando de forma equilibrada para conseguir ter um futuro mais digno e tranquilo.
Além disso, não se pode negar que imprevistos acontecem o tempo todo e quando se tem uma reserva financeira, você pode suprir esses gastos extras sem ter que pedir dinheiro emprestado, ou usar o cheque especial e nem pagar com cartão de crédito.
Mas, afinal, como eu posso mudar a minha realidade e passar a juntar dinheiro mesmo ganhando pouco? Vamos às dicas práticas!

1 – Faça uma análise da sua situação

A maioria das pessoas não tem ideia do quanto gastam por mês. Elas simplesmente recebem o salário, pagam as contas mais essenciais, compram comida e, quando sobra, gastam com algum lazer. Dias depois, o dinheiro já acabou e vive-se o mês inteiro com o medo de acontecer algo e não ter dinheiro para cumprir com os gastos.
É ou não é se colocar numa crise de ansiedade constante? O primeiro passo para mudar essa realidade é anotar tudo o que você tem de gastos. Além disso, você sabe mesmo quanto de dinheiro entra para você todos os meses?
Ter isso anotado, principalmente para quem é freelancer ou para quem faz trabalhos extras, é essencial para saber quanto recebe entre salário e ganhos extras.
Faça uma lista das contas fixas, despesas variáveis e gastos com lazer. Ao lado, coloque o valor que entra em cada mês. Esqueça, por enquanto, a planilha, quem ganha pouco deve anotar no papel mesmo.
Você vai se surpreender o quanto tem gastado com coisas supérfluas e que poderia ser usado como investimento.

2 – Hora de cortar gastos

Sim, sabemos que não é fácil juntar dinheiro mesmo ganhando pouco, mas é preciso se esforçar para alcançar seus objetivos e sair de vez da corda bamba. Agora, chegou o momento de olhar para a sua lista e ver o que pode ser cortado.
Por exemplo, vamos supor que você pague 120 reais de mensalidade na academia. Você tem ido todos os dias? Será que não pode trocar por atividades ao ar livre? Se pergunte também em relação aos outros gastos que podem ser cortados ou pelo menos diminuídos.

3 – Pague tudo no mesmo dia

Jamais deixe para pagar amanhã o que pode pagar hoje! Assim que o salário cair na conta, pague imediatamente todas as despesas fixas, inclusive a si mesmo. Sim, reserve uma parte do salário para poupar, nem que seja 50, 70 reais, você deve economizar para si mesmo todos os meses.
Quem deixa para pagar contas com o passar dos dias, corre o risco de gastar sem notar e acaba comprometendo o orçamento. A regra é clara: se livre de todas as contas.

4 – Não use cartão de crédito

Cartão de crédito é um dos maiores perigos da vida financeira, ele é um verdadeiro vilão, pois cria uma ilusão falsa de poder de compra. Torna-se um perigo maior ainda quando o limite é alto.
Por isso, se você quer juntar dinheiro mesmo ganhando pouco, vai precisar controlar os gastos no cartão de crédito. Se possível, não use quando estiver equilibrando suas finanças.
O cartão de crédito só deve ser usado em último caso, como um recurso de emergência mesmo.
Depois que você estiver com as contas em ordem e já poupando dinheiro, aí sim pode determinar um valor X para fazer algumas comprinhas no cartão, tudo com muita consciência e controle.

5 – Invista o seu dinheiro

Alguns especialistas indicam investir 30% do quanto ganha. Porém, esse número pode ser um pouco elevado para algumas pessoas. Então, pode ser 15 a 20%, pelo menos, mas invista. Escolha métodos onde o dinheiro tenha uma rentabilidade maior, já que a poupança é muito baixa.
Procure opções como o tesouro direito, uma forma de investimento acessível, prática e segura e com maior rentabilidade.
O erro da maioria das pessoas é apenas se preocupar em pagar os boletos, mas e pagar a si mesmo, como fica? Por isso, reserve todos os meses um valor para investir!

6 – Vá ao mercado com lista

O mercado pode ser uma grande tentação, lugar onde os gastos acabam saindo de controle. Então, muita atenção quando for fazer compras para a casa. A primeira dica é: faça uma lista. Verifique geladeira, armários e materiais de limpeza e anote o que falta.
Se comprometa a comprar apenas o necessário, sem exageros. Aqui no país, se tem o costume das famosas compras do mês. Mas essa é a forma mais fácil de perder dinheiro à toa, comprando coisas desnecessárias e que vão estragar depois.
Faça compras, focando apenas nos itens que serão usados naquela semana. Você vai se surpreender do quanto irá economizar mais com o mercado com essa prática simples.

7 – Faça lazer em casa

Nem só de trabalho e pagar boleto vive o homem. Se divertir é importante e faz parte da vida em sociedade, porém, o que não pode é buscar opções de lazer que não correspondem a sua realidade.
Há várias formas de se divertir, inclusive com opções gratuitas culturais, visitar parques, fazer trilhas, caminhar na praia… E ainda mais agora, com a restrição por conta da pandemia, o melhor mesmo é aproveitar para ficar em casa e fazer atividades, como assistir filmes, convidar poucos amigos para jogar… Comprar comida e bebida no mercado sai muito mais barato do que frequentar bares e restaurantes. Então, você não precisa parar de se divertir por conta de dinheiro, mas sim optar pelas opções mais econômicas.

8 – Compre de segunda mão

Outra forma de poupar dinheiro ganhando pouco é comprando coisas usadas. Visite brechós, bazares e sites de segunda mão na internet. Você pode ter as coisas que deseja, sem precisar gastar muito dinheiro.
O segredo é viver um degrau a menos, de acordo com a sua realidade.

E aí, gostou das nossas dicas? Conta para gente qual vai ser a primeira medida que você vai aplicar para juntar dinheiro!