DOC e TED
O que é DOC e TED

DOC e TED são transações bancárias e já fazem parte da vida de boa parte das pessoas economicamente ativas. Seja por conta dos negócios, trabalho ou assuntos pessoais, em algum momento você vai precisar fazer algo do tipo.

A transferência bancária é uma das mais comuns. Ela pode ser feita no caixa eletrônico, presencialmente no caixa do banco ou pelo internet banking. Porém, sempre surgem dúvidas na hora de realizar a transação.

As mais recorrentes pairam sobre a diferença entre DOC e TED, duas modalidades de transferência eletrônica que o banco disponibiliza ao cliente, para que ele possa fazer o depósito de valores.

Essas transferências podem ser feitas para outra conta do usuário ou para a conta de outra pessoa e até para uma corretora. Tudo isso a fim de que o dinheiro transferido seja aplicado em algum investimento.

Mesmo tendo algumas semelhanças, as diferenças entre elas podem atrapalhar um pouco a vida de quem não tem muito conhecimento sobre cada uma. Principalmente no que diz respeito a tarifas.

Por isso, é importante que você conheça as especificidades de cada operação, para que fique mais fácil de escolher uma ou outra. Isso de acordo com as suas necessidades do momento.

Se você ainda não consegue entender muito bem a diferença entre os dois termos, acompanhe este artigo e fique sabendo o que é DOC e TED, com destaque para os pontos abaixo:

O que é DOC

A sigla DOC significa Documento de Ordem de Crédito e esta modalidade de transferência é indicada para movimentação entre contas de bancos diferentes, com o valor máximo permitido sendo de R$ 4.999,99.

Além disso, dependendo da situação, essa transação pode ser divida em DOC E e DOC D, onde a primeira é usada para transferências entre contas de titularidades diferentes e a segunda para contas de mesma titularidade.

Essa é a definição atual, porém, no passado essas denominações eram utilizadas para distinguir as transferências sobre as quais havia cobrança da Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras (CPMF).

Embora o valor transferido seja debitado da conta do emitente no mesmo dia em que foi realizado, ele só será acusado no saldo do destinatário no dia útil seguinte.

Também há um limite de horário para que a compensação do DOC seja feita no próximo dia útil.  Geralmente, é até as 21h59 (horário de Brasília) e ele só pode ser realizado em dias úteis.

O que é TED

Já a TED é uma Transferência Eletrônica Disponível em que o valor transferido de uma conta para outra, de instituições bancárias diferentes. Esta cai na conta do destinatário no mesmo dia, em um prazo máximo de 60 minutos.

Entretanto, mesmo que o valor chegue à conta do destinatário de forma mais rápida que no DOC. Para que isso ocorra, a transação deve ser feita até as 17h (horário de Brasília) e em dias úteis.

Essa modalidade de transferência foi criada pelo Banco Central, no ano de 2002, através da circular nº 3.115 e especificava inclusive o limite mínimo de valores disponíveis para esse tipo de transação.

Mas em 2016, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) decidiu que não havia mais limite mínimo para a realização da TED e, desde então, é possível fazer a transferência a partir do valor mínimo de R$ 0,01.

Já no que diz respeito a valores máximos, ao contrário do DOC, a TED permite que você faça transferências acima dos R$ 5 mil. Ela também não tem uma limitação de valor máximo.

Assim como o DOC, a TED também recebe as divisões “E”, para transferência entre contas de titularidades diferentes e “D”, para contas de titularidades iguais.

Como fazer DOC e TED

Tanto o DOC quanto a TED pode ser feito através de caixa eletrônico, no atendimento presencial da agência bancária ou pelo serviço de internet banking. Para isso, você tem que estar com algumas informações em mãos.

Para fazer as transações é necessário ter o nome completo do titular da conta do destinatário, bem como seu CPF ou CNPJ. Você também deve informar o valor a ser transferido e se é para conta corrente ou poupança.

Dados bancários como agência e o código do banco também são solicitados no momento da transferência. Cada banco possui um código diferente e o site da Febraban disponibiliza uma tabela com todos eles.

Se houver algum erro, não se preocupe. Mesmo que você conclua a operação o valor retorna à conta de origem e, logo em seguida, é possível fazer o processo novamente.

Algumas instituições financeiras disponibilizam a opção de agendamento da transferência. Seja ela feita através de DOC ou TED. Basta entrar em contato ou verificar no próprio serviço de internet banking.

Caso você tenha feito o agendamento e necessite cancelar a operação, o indicado é que você entre em contato com a sua agência bancária e solicite que a transferência seja cancelada.

Tarifas cobradas no TED e DOC

Ao contrário das transferências realizadas entre contas do mesmo banco, que não costumam cobrar tarifas, ao realizar DOC e TED você tem que pagar pelo serviço.

É bom ficar de olho, pois, cada banco pode cobrar uma tarifa diferente. Além disso, alguns deles nem fazem a cobrança, dependendo do pacote bancário que você contratou com a sua agência.

Algumas instituições bancárias também diminuem o valor da tarifa quando o DOC ou TED são feitos pelo autoatendimento do banco ou pelo internet banking.

Para quem aplica o seu dinheiro em fundos de investimento e precisa realizar esses tipos de transferências para corretoras, é bom ficar atento ao valor das tarifas e se elas não ultrapassam o rendimento da aplicação.

Agora que você já sabe o que é DOC e TED, compartilhe este artigo nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a entenderem mais sobre o assunto!

Comentários