O bitcoin é a moeda de maior sucesso hoje em dia, mas ainda enfrenta alguns obstáculos. Apesar da popularidade, existem alguns riscos sérios quando se trata de investir em bitcoin.

Sem dúvidas, as criptomoedas são consideradas o futuro das trocas monetárias. Negociar produtos online com uma moeda global certamente soa como um método que poderia agilizar o comércio sem as complicações de uma moeda nacional.

Com tantas pessoas correndo para investir, é importante estar ciente das preocupações em torno deste novo mercado. Abaixo vamos mostrar os 5 principais riscos de investir em bitcoin e como evitá-los.

1 – Mercado volátil e flutuante

O preço do bitcoin está mudando constantemente. Em 6 de novembro de 2018, um bitcoin valia US $ 6.461,01. Mas, se você comprasse um ano atrás em 17 de dezembro de 2017, o preço chegaria a US $ 20.000. 

Receba nosso conteúdo exclusivo

Se cadastre

Dias depois, no dia 24, os compradores não puderam vender seu investimento por mais de US $ 14.626. Isso quer dizer que o mercado de bitcoins está constantemente oscilando para frente e para trás. 

Com um mercado tão imprevisível, não há como saber se você receberá retorno do seu investimento. Para não perder dinheiro fique atento as oscilações do mercado. 

2 – Investimento não regulamento por um banco central

Atualmente, o mercado de bitcoins está operando sem grandes regras. No Brasil, não há regulamentações para o seu uso. O governo não tem uma posição clara sobre a criptomoeda porque o mercado é novo demais. 

Portanto, na há tributos a pagar, o que pode torná-lo atraente como uma oportunidade de investimento. No entanto, a falta de tributação pode levar a problemas caso o bitcoin comece a competir com uma moeda do governo. 

No momento, as criptomoedas não são totalmente aceitas, mas o futuro está sempre mudando. 

3 – Fraude

Além do risco de ataque de hackers nas corretoras de criptomoedas, há uma boa quantidade de fraudes no mercado de bitcoin. Compradores e vendedores estão procurando negociar bitcoins online, mas algumas dessas transações podem ser falsas. 

Embora sistemas tenham sido criados para lidar com isso, a segurança continua sendo um grande problema. Com ouro, imóveis, títulos ou fundos mútuos, você possui algo que pode ser trocado. 

Com uma moeda 100% baseada na tecnologia, os proprietários de bitcoins são mais vulneráveis ​​a ameaças cibernéticas, fraudes online e um sistema que pode ser desativado.

4 – Bolha financeira

Muitas pessoas ainda acreditam que o bitcoin é um esquema de pirâmide financeira, com as pessoas do topo beneficiando-se da ignorância dos outros. Mas, nada foi provado. Porém, quanto mais pessoas fizerem compras com bitcoin, isso cria uma economia de bolha. 

Quando a bolha estourar, a criptomoeda se tornará inútil. Assim, haverá muitas pessoas segurando seus bitcoins, com a intenção de vender. Portanto, não haverá retorno do investimento, o que pode gerar uma grande perda financeira.

5 – Tecnologia jovem

A criptomoeda ainda é uma tecnologia muito jovem. O bitcoin surgiu há 10 anos, e ainda precisa se desenvolver em algo sólido. Com tantas mudanças ocorrendo nos últimos anos, não há como dizer como o mercado irá evoluir. Portanto, quem pretende investir em bitcoin deve fazer isso com cautela.

Bitcoin é uma moeda ou oportunidade de investimento?

Bem, criptomoeda pode ser uma troca de moeda online eficaz. No entanto, as pessoas compram bitcoins com a intenção de investir como fariam com ações. Alguns até pensam que o bitcoin é uma oportunidade sólida de investimento para a aposentadoria. 

Mas, com um mercado em constante mudança, sem regulamentação e sem garantias físicas, os investidores podem acabar perdendo tudo o que investiram. 

Embora o bitcoin possa potencialmente compensar, a melhor maneira de abordar esse investimento é com bom senso e muito estudo do mercado. 

Afinal, você deve investir em bitcoin?

Pensar em investir em bitcoin pela primeira vez pode parecer algo assustador, especialmente na ausência de dicas sobre investimento. A boa notícia é que os tempos mudaram e há mais informações do que você imagina e há menos barreiras à entrada no mercado.

Atualmente, há mais de 1600 criptomoedas, mas a maior parte da atenção da mídia se concentrou no bitcoin, o primeiro e mais bem-sucedido ativo digital até agora. A tecnologia subjacente do bitcoin, o blockchain, está crescendo cada vez mais.

Isso ocorre juntamente com as notícias sobre a tecnologia de contabilidade distribuída que oferecem uma leitura mais empolgante do que as flutuações diárias das moedas. Milhares de organizações globais estão investindo tempo e recursos em pesquisas sobre blockchain e criptomoedas.

Além disso, há estudos para introduzir a criptomoeda em seus negócios já bem-sucedidos. Isso só serve para consolidar ainda mais a opinião de que o bitcoin e o blockchain estão se tornando parte integrante de um futuro negócio global. 

Comentários