Quem investe na bolsa de valores ou começou a pesquisar o assunto já deve ter se deparado com a estratégia de fazer trades. Ela consiste em comprar e vender ações em intervalos pequenos de tempo, visando obter lucro com a valorização destes papéis.

Mas você sabia que essa não é a única forma de ganhar dinheiro no mercado? Outra técnica interessante para ter bons rendimentos na bolsa é a buy and hold, que tem funcionamento bem diferente do trade.

Quer saber mais sobre o assunto? Então confira as informações que reunimos neste artigo!

O que é o buy and hold?

Logo que traduzimos esse termo em inglês para a nossa língua é possível ter uma ideia do que ele representa. A expressão, em português, significa “comprar e manter”.

Receba nosso conteúdo exclusivo

Se cadastre

Ou seja, na bolsa de valores, o buy and hold  indica uma operação de longo prazo, na qual o investidor mantém a posse das ações por um período longo de tempo.

Para entender melhor como funciona esta estratégia é preciso que você saiba que quem investe na bolsa escolhe entre duas principais maneiras principais de obter resultados positivos: investindo em empresas que estão se valorizando ou se desvalorizando – a fim de lucrar com a compra ou venda dos papéis em curto prazo (trade) – ou aplicando em companhias com boa saúde financeira, com o objetivo de conquistar dividendos atrativos.

É nesta segunda opção que se encaixa o buy and hold.

Como você pode ver, o trade e o buy and hold são estratégias muito diferentes. Os investidores podem até mesclar essas duas técnicas, mas é importante ter em mente que cada uma delas traz vantagens e desafios. Além disso, elas servem a objetivos diferentes.

Utilizar o buy and hold é uma opção interessante para quem deseja, por exemplo, compor um portfólio visando obter renda com os seus investimentos ao longo do tempo. Assim, alguém que planeja a aposentadoria ou independência financeira, por exemplo, pode se beneficiar muito dessa estratégia.

Vale destacar também que esta estratégia foi e ainda é muito utilizada por grandes investidores ao redor do mundo, como o inglês Benjamin Graham – que deu vida ao clássico livro “O Investidor Inteligente” – e o norte-americano Warren Buffett.

Como fazer buy and hold?

Depois de saber o que é o buy and hold e descobrir que ele pode trazer bons resultados para você, é importante aprender o funcionamento dessa técnica para conseguir colocá-la em prática da melhor forma. E um dos cuidados essenciais ao aplicá-la é avaliar as ações de maneira eficiente.

Manter os papéis por um longo tempo pode parecer mais fácil do que analisar constantemente o mercado, a fim de comprar e vender rapidamente. Entretanto, o buy and hold também demanda muito conhecimento e atenção.

Por isso, o ideal é basear as decisões de compra e venda de ações em uma avaliação dos fundamentos do negócio – buscando maior segurança ao investir.

Isso é feito a partir de uma estratégia chamada de análise fundamentalista. Ela permite que o investidor colha informações sobre uma determinada companhia, verificando se ela apresenta boas condições de rendimentos futuros. São observados pontos como a qualidade da gestão e o histórico da empresa no mercado.

E, já que o objetivo não é vender o papel em curto prazo, a análise não leva em consideração apenas o potencial de valorização da empresa, mas diversos outros aspectos centrais – pautados, especialmente, nos fundamentos da empresa.

Para conhecer alguns dos principais múltiplos fundamentalistas para a escolha de uma ação, sugerimos a leitura dos artigos: “5 Múltiplos fundamentalistas que você precisa conhecer” e “O que é e como funciona o valuation na análise fundamentalista”.

Segurar x esquecer

Para conseguir resultados positivos com o buy and hold, no entanto, é preciso não apenas fazer uma análise fundamentalista eficaz, mas também tomar outros cuidados. Um deles é não confundir a manutenção das ações com a falta de acompanhamento.

A evolução de seus investimentos deve ser observada de perto. Só assim será possível evitar riscos e potencializar os ganhos.

Outra dica para lucrar com o buy and hold é comprar novos papéis regularmente – sempre que possível, reinvestindo os dividendos para maximizar os lucros).

Diversificar ações e setores das companhias nas quais você investe é mais uma orientação importante não somente em relação a essa estratégia, mas à sua carteira de investimentos de maneira geral.

Quais as vantagens do buy and hold?

Utilizar o buy and hold como estratégia de investimento permitirá a você manter uma administração um pouco menos ativa dos papéis. Ou seja, não existirá a obrigação frequente de mudar suas escolhas.

Isso pode gerar algumas vantagens, como o pagamento de taxas de corretagem e emolumentos menores, já que não serão feitas tantas operações na bolsa.

Outro benefício do buy and hold é aumentar a possibilidade de lucro do investidor devido à ação do tempo. Como a estratégia visa, de maneira geral, o longo prazo (mais de 5 ou 10 anos, por exemplo), os rendimentos tendem a ser mais consistentes e o investidor tende a sofrer menos com as oscilações de curto prazo.

Entre os pontos positivos de utilizar o buy and hold podemos citar, ainda, o menor estresse e a menor pressão em relação a quem opta por fazer trades, por exemplo. Afinal, ao investir em ações que serão mantidas com você, é possível reduzir as preocupações em acompanhar as altas e baixas do mercado diariamente.

Isso não significa, contudo, que não existam riscos. Você deve ter em mente que o perigo da desvalorização das ações continua existindo.

Ainda será preciso também observar os fundamentos das empresas, a fim de avaliar se as companhias continuam sendo boas opções de investimento ou se é necessário fazer ajustes em sua carteira de investimentos. Esta tarefa, entretanto, não precisará ser constante.

Vale a pena seguir esta estratégia?

Agora que você já conheceu melhor o que é e como funciona o buy and hold pode estar se perguntando: “Será que essa é a melhor estratégia para se seguir na bolsa de valores?”

A verdade é que não há uma resposta certa para esta pergunta. Cada investidor possui um perfil diferente e objetivos distintos e as estratégias a serem seguidas devem estar alinhadas a estas características do próprio investidor.

As decisões financeiras – bem como a escolha das estratégias de investimento na bolsa de valores, portanto, dependem muito do perfil e das possibilidades de cada investidor, assim como dos seus objetivos em relação à sua carteira. E, se você acredita que esta estratégia faz sentido para você, talvez valha sim a pena utilizar o buy and hold.

Seja qual for sua decisão, não se esqueça que conhecer o seu perfil, aprender sobre o mercado financeiro e avaliar constantemente as suas escolhas são etapas importantes para garantir bons resultados com seus investimentos.

Quer continuar aprendendo ainda mais sobre esse assunto? Então clicar aqui e aproveite para baixar nosso e-book e aprender a investir na bolsa de valores!

Comentários