Rua com prédios, casas e lojas: 17 porcento ao ano
17%

No mercado de renda fixa existe um título que, atualmente, remunera os investidores com 17 porcento ao ano livre de imposto de renda. Conheça melhor as debêntures e não deixe esse papel fora da sua carteira.

As debêntures são títulos de renda fixa de longo prazo, de crédito privado, emitidos por empresas dos mais variados ramos, com objetivo de financiar investimentos, rolagem de dívidas, fornecer capital de giro e etc. Ou seja, ao investir em debêntures, na prática, você está emprestando dinheiro para as empresas, que te devolverão com juros.

Remuneração das debêntures

Cada debênture tem uma estrutura específica, podendo ser pré-fixadas ou pós-fixadas. As pós-fixadas, geralmente, têm sua remuneração atrelada a algum destes índices: IGPM. IPCA, Selic ou CDI, mais um adicional prefixado.

As debêntures também podem ser conversíveis em ações, mas essa forma de emissão é pouco frequente atualmente. Nesse caso, no vencimento da debênture, o debenturista (dono da debênture) recebe uma determinada quantidade de ações da companhia emissora, ao invés da devolução do dinheiro investido.

Quando comprar?

Este ano, principalmente, está sendo um excelente momento para comprar debêntures, por dois motivos: queda de juros e isenção de imposto de renda (no caso das debêntures incentivadas).

Toda debenture têm o seu preço unitário (PU) variado de acordo exatamente com a movimentação da curva futura de juros. Ou seja, sempre que ela cai, esses papéis se valorizam. Portanto, aproveite, pois estamos diante deste cenário, onde a taxa de juros está com viés de baixa.

As debêntures normalmente tem imposto de renda de 15% sobre o rendimento, porém, o governo tem incentivado algumas debentures, especificamente de empresas do setor de infraestrutura, isentando o IR desta aplicação.

Em síntese, a rentabilidade média de uma boa debênture está entre IPCA + 8% e IPCA + 9%, livre de imposto de renda, o que dá, atualmente, uma rentabilidade de 17 porcento ao ano. Essa rentabilidade é muito superior à de qualquer outro título de renda fixa.

 Riscos

O principal risco da operação é a empresa “quebrar” e não ter capacidade de honrar o pagamento de juros ou mesmo do principal. Portanto, avalie sempre a classificação pela capacidade de pagamento da empresa, o famoso rating.

Garantia ao investidor

Resumidamente, cada debênture emitida possui alguma garantia concedida pelo emissor, podendo ser um bem móvel ou imóvel (garantia real), aval, recebíveis ou outras formas de garantia.

Como negociar

Finalmente, para comprar uma debênture, o investidor precisa se cadastrar em uma corretora de valores mobiliários. Seria interessante pesquisar uma que sempre poderá te dar liquidez para poder vender suas debêntures no mercado secundário.

Ou seja, aproveite esta renda fixa que, além de uma excelente diversificação, pode te trazer um extraordinário rendimento.