Onde investir 100 reais

Você tem uma renda mais baixa e já se perguntou se existe alguma alternativa no mercado onde é possível investir 100 reais todos os meses? Diferente do que muitos podem acreditar, existem sim inúmeras possibilidades no mercado para quem deseja fazer aplicações mais baixas.

Isso significa que qualquer pessoa – inclusive quem não consegue guardar valores maiores todos os meses – pode começar seus investimentos no mercado financeiro e acumular patrimônio. Essa ideia lhe chama atenção?

Então acompanhe a leitura desse artigo para descobrir onde investir 100 reais mesmo ganhando pouco e saiba como começar a planejar seu futuro e a realizar seus sonhos agora mesmo!

Por que é importante investir?

Os brasileiros, infelizmente, não têm o hábito de investir. Muitos sequer entendem a importância de poupar e fazer o dinheiro trabalhar para si. Por esse motivo, aqueles que conseguem guardar valores mais baixos ao longo dos meses podem se sentir desmotivados a investir seu dinheiro.

Ao educar-se financeiramente, entretanto, é possível vislumbrar diversas possibilidades de investimento – muitas delas acessíveis a qualquer investidor, e que podem ser escolhidas para diversos objetivos.

Então, se você deseja acumular patrimônio, ter uma reserva financeira e garantir um futuro mais tranquilo, precisa começar a aplicar seu dinheiro o quanto antes. Mesmo que seja uma pequena quantia mensal, mas recorrente.

O que considerar antes de investir?

Agora que você entendeu a importância de investir, o segundo passo é conhecer seu perfil de investidor – um dos primeiros aspectos a se considerar antes de investir.

Afinal, cada investidor tem um grau de tolerância a riscos, e há modalidades adequadas para cada tipo. O perfil, portanto, é o que lhe guiará na escolha dos melhores investimentos para você.

Existem três perfis principais: conservador, moderado e arrojado. O primeiro está relacionado a investidores que têm menor tolerância a riscos – e prezam por mais segurança ao investir. O investidor moderado tem maior abertura a riscos, mas os equilibra com a segurança.

Por fim, o investidor com perfil arrojado tem maior disposição a correr riscos em busca de melhores rentabilidades.

Também é importante ter em mente seus objetivos pessoais antes investir. Afinal, todos possuem sonhos e metas, e são eles que balizarão suas escolhas de investimentos.

Por fim, avalie os prazos das suas metas e, ao conhecer as opções disponíveis no mercado, verifique se elas atendem a cada um deles – e ao seu perfil de investidor.

Onde investir 100 reais por mês?

Agora que você já entendeu a importância de investir e sabe o que considerar antes de dar esse importante passo, é o momento de descobrir onde investir 100 reais por mês.

Existem inúmeras alternativas no mercado – destinadas a objetivos de curto, médio e longo prazo – e a cada um dos perfis de investidor. E muitas delas permitem que você aporte uma pequena quantia mensal.

Então, que tal conhecer algumas delas? Confira!

Títulos do Tesouro

Os títulos do Tesouro Nacional são considerados os investimentos mais seguros do país – até mais seguros que a poupança. Sendo assim, podem ser interessantes para quem deseja iniciar no mercado financeiro.

Afinal, é possível ter acesso a diversos títulos do Tesouro por meio da plataforma do Tesouro Direto, e o aporte mínimo disponível costuma ser inferior a R$ 100,00. Entre os títulos públicos, vale destacar dois principais: o Tesouro SELIC e o Tesouro IPCA+.

O Tesouro SELIC costuma ter um rendimento maior que a caderneta de poupança e pode ser utilizado para reserva de emergência. Isso porque ele permite que os valores aplicados sejam resgatados no momento em que o investidor precisar.

Por outro lado, o Tesouro IPCA+ pode ser uma alternativa para aqueles que pensam em formar uma aposentadoria. Esse é, portanto, um investimento que visa o longo prazo.

Certificados de Depósito Bancário (CDBs)

Os CDBs são investimentos de renda fixa que também podem agradar a investidores que desejam saber onde investir 100 reais por mês.

Quem investe em CDB na verdade está emprestando dinheiro para uma instituição financeira. Assim, o investidor recebe o valor de volta acrescido de juros, no vencimento do título.

Os CDBs têm riscos bastante baixos e contam com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Eles protegem os investimentos em até R$ 250 mil aplicados por CPF e por instituição financeira, em um limite global de R$ 1 milhão a cada 4 anos.

 O rendimento dos CDBs costuma acompanhar o CDI – uma taxa que sempre está próxima à SELIC. É possível encontrar CDBs com liquidez diária e outros com liquidez limitada – mas com melhores rendimentos.

Fundos de investimento

Os fundos de investimento são modalidades coletivas, nas quais um grupo de investidores faz investimentos visando um mesmo objetivo. Para quem deseja conhecer onde investir 100 reais por mês, é possível encontrar diversas opções no mercado.

Os fundos DI e os fundos imobiliários, por exemplo, são duas oportunidades para esses investidores – a depender dos seus perfis e objetivos. O fundo DI é uma alternativa mais segura – uma vez que investe em renda fixa – e pode ser uma opção para montar uma reserva de emergência.  Essa modalidade tem liquidez diária e o dinheiro pode ser resgatado no momento em que o investidor precisar.

Os fundos imobiliários, por sua vez, são veículos de investimentos que geralmente atendem aqueles que objetivam o médio e longo prazo. Eles têm como foco o investimento no mercado imobiliário, mas oferecem maiores riscos – uma vez que se trata de uma alternativa da renda variável.

Vale destacar também que muitos fundos imobiliários pagam dividendos recorrentes aos investidores – permitindo a geração de uma renda passiva ao longo do tempo.

Bolsa de valores

Se você pretende investir todos os meses também pode escolher alocar recursos na bolsa de valores. Ao comprar ações na bolsa, por exemplo, você se torna sócio de um negócio e pode obter rendimentos com o crescimento das empresas nas quais investe.

Contudo, é preciso atenção. Afinal, é comum que seja necessário investir em lotes de 100 ações na bolsa de valores – exigindo, portanto, um valor maior para aportes.

Nessa situação, pode ser possível recorrer ao mercado fracionário – onde é possível adquirir a partir de 1 ação. Fique atento apenas aos custos envolvidos e avalie se, de fato, vale a pena investir pouco mensalmente ou se faz mais sentido juntar uma quantia para alocar.

Ainda, lembre-se de avaliar seu perfil de investidor e objetivos. Afinal, a renda variável tem riscos – e você precisa estar disposto a tolerá-los.

Neste artigo você entendeu a importância de investir e conheceu alternativas para quem deseja encontrar onde investir 100 reais por mês. Então avalie as opções e não deixe de manter-se firme nos aportes, procurando aumentá-los sempre que possível. Assim, os resultados serão cada vez melhores!

Agora que você já sabe como investir 100 reais, aproveite e saiba quais são as 4 principais dúvidas dos investidores iniciantes!