várias cédulas de euros: lavagem de dinheiro

O termo “lavagem de dinheiro” ganhou relevância diante de tantas notícias em jornais e veículos de comunicação, principalmente quando relacionado à esquemas de corrupção e atividades ilícitas.

Entretanto, muitas pessoas não sabem exatamente como funciona esse esquema de atividades criminosas na prática.

Por isso neste artigo, destacamos algumas informações sobre o que é a lavagem de dinheiro e como esse sistema financeiro, de fato acontece.

Continue acompanhando a leitura!

O que é a lavagem de dinheiro?

O termo “lavagem de dinheiro”, originado do termo inglês “money laundering”, é a ação de camuflar a origem recursos ilegais, transformando “dinheiro sujo”, de atividades ilícitas como – tráfico de drogas e esquemas de corrupção -,  em “dinheiro limpo”, para que dessa forma o dinheiro adquirido de maneira ilícita, seja visto pelas instituições financeiras como um dinheiro obtido de maneira legal.

A operação de lavagem de dinheiro pode ser feita de diversas formas, passando por algumas etapas e utilizando vários métodos, que vamos conhecer abaixo. Acompanhe!

Quais são as etapas do esquema de lavagem de dinheiro?

Para lavar dinheiro, os criminosos passam por algumas etapas chamadas de:

  1. Colocação: nesta etapa, os criminosos atuam colocando dinheiro sujo em instituições financeiras legítimas, geralmente em forma de depósitos bancários. Essa fase é muito complicada, pois, grandes quantias de dinheiro precisam ser declaradas pelas instituições financeiras, por chamar muita atenção.
  2. Ocultação: esta etapa é muito complexa, pois, os criminosos precisam realizar diversas transações financeiras para enviar o dinheiro para outras contas, para o nome de outras pessoas e até para outros países, para que dessa forma, as autoridades responsáveis por verificar essas atividades criminosas, não sejam capazes de rastrear o dinheiro sujo.
  3. Integração: na fase de integração, o dinheiro volta ao lugar de origem, mas dessa vez, retorna de uma maneira legítima, aparentando ser uma transação financeira legal. Os criminosos adquirem bens que servem de fachada para utilizarem o dinheiro. Nessa etapa, é muito difícil de conseguir pegar o criminoso se não houver registros e documentações das outras etapas.

Quais são os principais métodos de lavagem de dinheiro?

Agora que você já sabe quais são as etapas dos esquemas de lavagem de dinheiro, vamos conhecer alguns dos principais métodos que os criminosos utilizam nessas atividades ilegais.

Dentre os esquemas mais conhecidos estão:

Empresas de fachada

São empresas falsas, criadas exclusivamente para lavar dinheiro. Desse modo, elas recebem pagamentos com dinheiro sujo aparentando oferecer bens e serviços, que na verdade não existem, e apresentam notas fiscais e balanços irreais, simplesmente para simular uma atividade legal.

Bancos estrangeiros

São contas bancárias criadas em países onde existe a lei de proteção de dados bancários.  São chamadas de “contas offshore” e criadas em paraísos fiscais. Por conta da lei de proteção de dados bancários os criminosos fazem movimentações anônimas bem como realizam transações financeiras de e para diversas contas bancárias entre esses países.

Investimento em Negócios Legítimos

São investimentos em empresas legítimas que lidam com grande movimentação de dinheiro. Desse modo, os criminosos utilizam esse recurso para lavar o dinheiro sujo, misturando-se com as transações legais das empresas legítimas.

Gostou desse conteúdo? Deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários e continue acessando conteúdos de qualidade no nosso blog!

Comentários