seguro de vida
seguro de vida

A maioria das pessoas adquire um seguro de vida para cobrir sua ausência em caso de morte. O que muitos não sabem é que esse recurso pode ir muito além disso. Basta reparar na estrutura da palavra vida, por exemplo:

V de Vida: alguns podem ser resgatáveis e esse saldo (reserva) é utilizado durante o período em que a pessoa viver. Alguns até têm boas correções, assim como os investimentos.

I de Invalidez: em caso de perda de um dos membros, você recebe em vida.

D de Doença: em caso de diagnóstico de doença grave, como câncer por exemplo, o assegurado também pode receber antes de morrer.

Receba nosso conteúdo exclusivo

Se cadastre

A de Ausência: em caso de morte de qualquer causa, seus herdeiros recebem o valor contratado em sua apólice.

Como você pode reparar, 75% do valor da apólice podem ser pagos em vida.

Por isso, o seguro de vida é considerado uma ferramenta que pode ajudá-lo a atingir muitos outros objetivos importantes, tais como:

  • A preparação para o inesperado;
  • Não sendo um fardo para sua família;
  • Preservar o estilo de vida de sua família;
  • Minimizar impostos;
  • Proporcionando um legado duradouro;
  • E financiamento de objetivos educacionais e de caridade.

 

Aqui estão dez razões por que o seguro de vida pode ser considerado um componente crucial nas carteiras de investimentos de famílias ricas:

seguro de vida resgatável
seguro de vida resgatável

1. Liquidez quando os herdeiros precisarem de acesso ao dinheiro

O benefício de morte de uma apólice de seguro de vida não é obrigado a passar pelo processo de inventário. Ele também é isento do Imposto Causa Mortis e Doação (ITCDM). Isso significa que o dinheiro vai rapidamente para o beneficiário.

Isso dá liquidez para os beneficiários utilizarem para pagar obrigações fiscais, imobiliárias, necessidade de caixa e/ou despesas póstumas para o reestabelecimento da familia. Pouca gente pensa nisso, mas tente imaginar seus herdeiros sem acesso ao seu dinheiro!

 

2. Deixe seu dinheiro para sua família e não para o governo e advogados

Além de deixar liquidez imediata aos herdeiros, o seguro de vida evita a burocracia de inventário que pode levar até 20% da causa em comissões. Ainda há o ITCM que, em alguns estados do Brasil, chega a 8%.

No total, essa conta pode chegar a 30% do valor do patrimônio inventariável. Deixe seu dinheiro para sua família e não para o governo e advogados!

 

3. Quando bem contratados são incontestáveis

Algumas seguradoras como Prudential, Mapfre e Mongeral Aegon possuem apólices que são incontestáveis. Mas, o que isso significa? Após contratar e respeitar o prazo de carência de 24 meses a apólice é irrecusável!

Isso mesmo, é garantia de pagamento. Por isso, algumas realizam exames médicos. Afinal, seguradora também ganha dinheiro e não quer pagar um benefício para quem está com o pé na cova.

 

4. Mantenha a continuidade dos negócios

Muitos empresários usam o seguro de vida para financiar um acordo de compra / venda para garantir que seus negócios continuem no mercado. Caso um parceiro ou sócio venha a falecer inesperadamente, a opção de pessoa-chave pode facilitar a continuidade.

Isso vale para quando o negócio depende de uma pessoa designada para a sua sobrevivência. Nessas situações, a política fornece liquidez ou fluxo para ajudar a transição de negócios para uma nova estrutura de gestão.

 

5. Divisibilidade fácil

Os rendimentos do seguro de vida são muito mais fáceis de dividir entre herdeiros do que outros ativos ilíquidos, como imóveis, arte ou interesses comerciais. Você também não é obrigado a seguir a lei legítima, deixar para filhos, esposas etc. Você pode até nomear um terceiro, caso seja sua vontade.

 

6. O seguro resgatável também pode dar liquidez

Um dos benefícios mais poderosos do seguro de vida que possui a cobertura de vida inteira é que você pode acessar o valor de caixa a qualquer momento após respeitada a carência mínima.

 

7. O rendimento do saldo em reserva é melhor que o da poupança

Acredite se quiser, o rendimento do saldo em reserva de uma apólice da Prudential, por exemplo, é de IPCA + 3% atuarial. Bem melhor que o da poupança. Vale lembrar que o seguro de vida não é um investimento. Sua finalidade é outra, mas todo rendimento é bem-vindo.

 

8. Proteção contra credores

Quando contratados por empresário, os valores depositados na apólice de seguro de vida são protegidos de reivindicações de credores, ações trabalhistas e liquidações judiciais na maioria dos estados.

 

9. Pague por um tempo e use a vida inteira

O seguro de vida pode ser pago por um tempo de dez anos e com duração para a vida inteira. Isso significa que se você contratar aos 30 anos você irá pagar até os 40, mas o seguro lhe proporcionará uma cobertura até os 100 anos.

Caso você sopre a velinha dos 100 anos, poderá resgatar o saldo corrigido por uma taxa, IPCA + 3% atuarial, por exemplo, durante todos os anos aplicados.

 

10. O seguro de vida é para qualquer um (com ou sem patrimônio)

Existem alguns discursos muito comuns a todos que não conhecem o seguro de vida. Alguns deles são:

“Tenho muito dinheiro e não preciso de seguro de vida”

Lembre-se: Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação 5%, advogados de 15% a 30%. Deixe seu dinheiro para a família e não para advogados e governo. Sem contar na demora para desenrolar o inventário. Isso pode durar até 10 anos, dependendo da complexidade.

 

“Tenho pouco dinheiro, não dá para pagar um seguro”

Dependendo da sua idade e do valor da apólice, o seguro pode sair muito barato. Tome cuidado com os seguros tradicionais oferecido pelos bancos. Esses não realizam exames médicos. Por isso, são contestáveis. Além disso, são reajustados conforme a idade e ficam caros quando você mais precisa.

 

“Não gosto de pensar nisso, dá azar”

Assim como o seguro do carro, compramos para não usar, mas se um dia precisar. É bom saber que tem. Lembre-se também que, se bem contratado, você poderá ainda resgatar o saldo em reserva com uma correção. Logo, não foi dinheiro jogado no lixo.

 

Com ou sem patrimônio, novo ou velho, todos devem ter um bom seguro de vida. Procure um consultor que auxilie no calculo de sua apólice. Planeje-se e tenha uma vida longa e confortável!

Comentários